TEMA: SUSTENTABILIDADE NAS CONSTRUÇÕES

Resumo: A construção civil é vista como um dos principais setores econômicos do país, ao passo que é marcada pelo uso indiscriminado dos recursos naturais e produção acentuada de resíduos, contribuindo com consideráveis impactos negativos ao meio ambiente. Uma das maneiras de contornar essa situação é através da reciclagem e reaproveitamento do resíduo como agregado para concreto que além de contribuir para um descarte adequado, reduz a demanda e as consequências na extração de matéria-prima. Nesse contexto, esta pesquisa tem como objetivo avaliar a substituição do agregado miúdo por Resíduo da Construção Civil (RCC) nas proporções de 5%, 10%, 15% e 20%, atentando-se em verificar o comportamento mecânico do concreto para possível uso na produção de blocos. Primeiramente, foram realizados os ensaios de caracterização dos materiais empregados. Em seguida foram produzidos corpos de prova, analisando as propriedades mecânicas aos sete dias de cura úmida por meio dos ensaios de resistência a compressão axial e absorção de água. Os resultados apontam uma redução nos valores de resistência à compressão e um acréscimo da absorção de água do concreto com o aumento da fração de resíduo. Os traços com 5%, 10% e 15% de substituição do agregado convencional pelo reciclado atingiram resistências superiores a 7 MPa, valor estabelecido como ideal para se relacionar com a resistência de 4,5MPa de blocos de alvenaria estrutural classe B, ao passo que apresentaram absorção média inferior a 9%, respeitando as considerações da ANBT NBR 6136:2016. Assim, torna-se viável a utilização dos concretos produzidos na produção de blocos de concreto para alvenaria com função estrutural, representando uma alternativa para a gestão dos resíduos.

RESÍDUO DA CONSTRUÇÃO CIVIL COMO AGREGADO MIÚDO RECICLADO EM CONCRETO PARA BLOCOS DE ALVENARIA ESTRUTURAL

Autores: Thiago da Nóbrega Sousa, Saul Barbosa Guedes, Fellipe Dalyson Gadelha Silva, Thyago Lima Souza  

DOI:

Resumo: Os Resíduos de Serviços de Saúde (RSS) resultam de atividades realizadas em estabelecimentos e sua importância dá-se devido aos relevantes impactos negativos que podem causar ao meio ambiente e à saúde pública. Desta forma, nesse estudo buscamos avaliar a política de gerenciamento de Resíduos Sólidos de Serviços de Saúde (RSSS) em um hospital na cidade de João Pessoa-PB. A metodologia deu-se através de revisão bibliográfica sobre o tema, seguido de coleta de dados disponibilizados pelo hospital e observação, in loco, nas áreas de interesse da pesquisa. Por último, realizou-se uma pesquisa de abordagem qualitativa para obtenção de dados quanto à percepção dos colaboradores do hospital sobre o PGRSS. Em seguida, esses dados coletados foram tratados no Microsoft Excel, e gerou-se gráficos para uma melhor compreensão e análise dos resultados. De acordo com os dados disponibilizados, verificou-se que a taxa média de geração de resíduos é de 29 kg/dia de infectantes, 2 kg/dia de perfurocortantes e 35 kg/dia de resíduo comum (orgânicos, plásticos e embalagens em geral). Constatou-se a existência de um PGRSS, que é gerenciado, mas que precisa melhorar a gestão na segregação e armazenamento no abrigo. Constou-se ainda que, apesar de existir treinamento dos funcionários, durante a avaliação qualitativa, 48% afirmaram desconhecer o termo resíduos, 60% não sabem a destinação, e ainda, não sabem os tipos de resíduos gerados no estabelecimento. Após análises dos dados, propusemos melhorias como planejamento e elaboração de metas, aplicação do sistema PDCA, criação de indicadores, monitoramento do processo e estabelecimento de campanhas educativas. O estudo foi entregue à Direção do Hospital com propostas de adequação à legislação vigente.

ANÁLISE DE UM DIAGNÓSTICO AMBIENTAL DO PROGRAMA DE GESTÃO DE RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE EM UMA UNIDADE HOSPITALAR: ESTUDO DE CASO EM JOÃO PESSOA/PB

Autores: Barbara Alves Lima, Giovanna Feitosa de Lima, Ellen Káthia Tavares Batista, Edson Alves de Jesus, Nayara Michele Silva de Lima 

DOI:

Resumo: O número de acidentes de trabalho em altura na construção civil vem crescendo a cada ano no Brasil, podendo-se apontar como uma das principais causas a falta da aplicação e fiscalização das normas de segurança do trabalho. Ainda pode-se observar que o uso inadequado dos Equipamentos de Proteção Individuais - EPI e Equipamentos de Proteção Coletivos - EPC, a falta de treinamento e atenção, também contribuem significativamente para elevar esse número. Sendo assim, esta pesquisa propõe analisar por meio de amostragem em construtoras estabelecidas no interior de Pernambuco se fazem uso satisfatório dos sistemas de proteção coletiva contra acidentes de trabalho com diferença de nível, a fim de elaborar um plano de gestão de trabalho em altura com o objetivo de proporcionar um maior controle e maior eficiência do âmbito da prevenção. A metodologia deu-se através de uma abordagem qualitativa, expondo e tipificando fatores relacionados à análise de prevenção contra quedas em diferença de nível em obras verticais. Com a aplicação de questionários para os técnicos de segurança e operários foi possível coletar informações sobre o grau de prevenção das construtoras e, ainda, o nível de consciência dos técnicos e operários. Os dados obtidos foram tratados no Microsoft Excel, onde gerou-se gráficos para uma melhor avaliação. Os resultados obtidos foram positivos quanto a preocupação das empresas em cumprir as normas de segurança do trabalho, preocupação quanto as análises de risco e avaliação dos ambientes propícios à ocorrência de acidentes de trabalho em altura, quanto aos treinamentos, quanto ao fornecimento de EPI, quanto às documentações de segurança e à realização de exames médicos. Observou-se que a maioria dos acidentes de trabalho podem ser evitados conscientizando todos os envolvidos a dar a devida atenção ao assunto, tornando a prevenção a ferramenta mais adequada e correta a ser utilizada.

PROTEÇÃO CONTRA ACIDENTES DE TRABALHO EM DIFERENÇA DE NÍVEL NA CONSTRUÇÃO CIVIL: PROPOSTA DE GESTÃO

Autores: Giovanna Feitosa de Lima, Ellen Káthia Tavares Batista, Edson Alves de Jesus, Nayara Michele Silva de Lima, Barbara Alves Lima

DOI:

Resumo: A geração de resíduos proveniente das atividades de mineração ocasiona graves impactos na natureza, desde a extração até a sua transformação em produto final. O caulim é um exemplo de mineral que gera uma grande quantidade de resíduos, proveniente do seu processo de beneficiamento. O estudo da utilização deste residuo como agregado é um meio viável de reduzir as consequências causadas pela sua disposição na natureza. Além disso, reduz a necessidade de extração do agregado natural, a areia, utilizado em enorme quantidade pelo setor da construção civil, diminuindo assim os diversos problemas socioambientais causados por essa atividade. Desse modo, o presente trabalho objetiva avaliar a substituição do agregado miúdo por resíduo de caulim nas proporções de 10%, 20% e 30%, buscando analisar a viabilidade de sua utilização em concretos para peças de pavimento intertravado. Foram realizados os ensaios de caracterização fisica dos materiais empregados para a determinação do traço de referência e em seguida a caracterização do concreto por meio dos ensaios de resistência à compressão, absorção de água e resistência à abrasão, conforme prescreve a ABNT NBR 9781/13. Os resultados indicaram uma redução na resistência à compressão aos sete dias, quanto maior o teor de utilização do resíduo de caulim, em comparação ao traço de referência. Com relação à resistência à compressão aos 28 dias, o traço com substituição de 10% do agregado natural pelo rejeito atingiu resistência superior à mínima estabelecida pela norma de 35 MPa. O mesmo traço atendeu também aos valores máximos de absorção de água e abrasão, tornando viável tecnicamente a sua utilização na produção de peças para pavimento intertravado.

ESTUDO DA UTILIZAÇÃO DO RESÍDUO DE CAULIM COMO SUBSTITUTO PARCIAL DO AGREGADO MIÚDO NA PRODUÇÃO DE CONCRETO PARA INTERTRAVADOS

Autores: Maria Isabel de Araújo Nóbrega, Thyago Lima Souza, Thiago da Nóbrega Sousa, Fellipe Dalyson Gadelha Silva, Larissa Santana Batista

DOI:

Resumo: Instrumento do desenvolvimento econômico e social, a construção civil é caracterizada pela utilização de recursos naturais e pelo alto índice de produção de resíduos, gerando consideráveis impactos ao meio ambiente. Buscando minimizar os impactos, o setor tem agregado valores e práticas construtivas como meios de adequar-se às exigências estabelecidas pela legislação vigente. Uma ferramenta viável quando se refere à gestão de resíduos é a reciclagem – processo que consiste na transformação do material antes de reaproveitá-lo. Nesse contexto, esta pesquisa tem como objetivo analisar o comportamento mecânico do concreto produzido com Resíduo da Cerâmica Vermelha (RCV) para a utilização em blocos estruturais. Dosou-se o concreto de referência de acordo com o método IPT/EPUSP, levando em consideração a norma brasileira ABNT 6136:2014, que estabelece a resistência característica mínima à compressão para blocos com funçãoes trutural tipo B entre 04 e 08MPa e absorção de água inferior a 13%. A análise dos resultados obtidos permitiu observar uma redução nos valores de resistência à compressão e um acréscimo da capacidade de absorção de água do concreto como aumento da fração de resíduo.Contudo, apenas o traço de 10% apresentou resistência à compressão e absorção dentro dos limites exigíveis para a classe que se enquadra, tornando-se adequado para a produção de blocos com função estrutural. Portanto, o concreto fabricado a partir de RCV torna-se viável para a produção dos blocos, representando uma alternativa sustentável para a gestão dos resíduos

ESTUDO DO COMPORTAMENTO MECÂNICO DO CONCRETO COM SUBSTITUIÇÃO PARCIAL DO AGREGADO MIÚDO NATURAL PELO RESÍDUO DA CERÂMICA VERMELHA EM BLOCOS ESTRUTURAIS

Autores: Márcia de Lacerda Santos, Saul Barbosa Guedes

DOI:

Resumo: A utilização do mármore nos diversos setores da construção civil tem gerado um expressivo volume de resíduos durante o processo de extração e beneficiamento. Além disso, a indústria da construção demanda uma acentuada extração de areia para produção do concreto, um dos materiais mais consumidos mundialmente. Estes aspectos acarretam sérios danos ambientais, tornando os métodos construtivos cada vez mais distantes das indispensáveis práticas de sustentabilidade ambiental. O presente trabalho teve como objetivo analisar a viabilidade do reaproveitamento do resíduo do mármore ao ser utilizado como agregado miúdo parcial do concreto para produção de pavers, proporcionando uma destinação adequada ao resíduo
reduzindo a demanda e consequentemente extração da areia. Para isso, primeiramente foram avaliadas as características físicas do resíduo e dos materiais constituintes do concreto; em seguida foi definido o traço de referência pelo método da ABCP considerando a ABNT NBR 9781/2013, que exige a resistência característica mínima à compressão de 35 MPa e absorção de água inferior a 6% para tráfego leve. Foi realizada a substituição do agregado miúdo pelo resíduo nas percentagens de 10%, 20%, 30%, 40% e 50%. Posteriormente foram analisadas as resistências à compressão simples do concreto de acordo com ABNT NBR 5739/2018 e absorção de água por imersão de conforme a ABNT NBR 9778/2009. Avaliando os resultados com sete dias de cura do concreto observou-se que os valores de resistência à compressão diminuíram e os valores de absorção de água cresceram com aumento do teor de resíduo. Os traços com substituição de 10%, 20% e 30% obtiveram resistência superior a 35 MPa e absorção de água menor que 6%, tornando portanto, viável a aplicação destes concretos na produção das peças de pavimento intertravado.

ANALISE DO CONCRETO DESTINADO À FABRICAÇÃO DE PAVERS
UTILIZANDO O RESÍDUO DO MÁRMORE COMO AGREGADO MIÚDO PARCIAL

Autores: Fellipe Dalyson Gadelha Silva, Saul Barbosa Guedes, Thiago da Nóbrega Sousa, Thyago Lima Souza

DOI:

Resumo:  Há uma presente necessidade de implementar novos métodos mais sustentáveis no âmbito da Construção Civil, para que a mesma possa diminuir o impacto causado no meio ambiente. Tendo em vista essa necessidade, a oferta de materiais sustentáveis seria uma opção para quem deseja construir e reformar de forma rápida, econômica, segura, e, principalmente, em comunhão com o meio ambiente. O presente trabalho foi elaborado com o intuito de fazer uma pesquisa sobre materiais de construção com princípios sustentáveis e verificar se esses materiais existem e são vendidos e aplicados em construções na cidade de Pombal – PB, propondo a substituição dos convencionais pelos ecológicos nas lojas de materiais de construção e a incorporação mais frequente desse tipo de material nos projetos pelos profissionais da área, tendo em vista os aspectos positivos como, redução de impactos ambientais e menor degradação do meio ambiente, e também, buscamos avaliar a dificuldade na comercialização e aplicação desses materiais. Para isso, realizamos a aplicação de um questionário em duas grandes lojas de materiais de construção e com profissionais, as profissionais entrevistadas eram do sexo feminino, com idades entre 30 e 35 anos. Já quanto as lojas, foram entrevistados três funcionários do sexo masculino. Os questionários foram avaliados e, de acordo com as respostas obtidas, foram propostas alternativas para ajudar na implantação desses materiais nessas lojas. As principais dificuldades encontradas pelos vendedores foram: falta de interesse da população na área ambiental, seguida de pouco aceitação em relação a população e construtores, falta de treinamento do pessoal para o manuseio e o preço. Já os profissionais da área sabem da importância desses materiais, porém não aplicam ou aplicam pouco em seus projetos porque os clientes não conhecem e/ou nunca ouviram falar dos mesmos. Contudo, o conhecimento dessa área, futuramente, será o novo jeito de edificar.

O ESTUDO DE MATERIAIS ECOLÓGICOS PARA A CONSTRUÇÃO CIVIL, OFERTADOS NA CIDADE DE POMBAL - PB

Autores: Antônio Vitor Cavalcante, Josué Barreto de Moura Neto, Rafaela do Nascimento Coelho

DOI:

TEMA: GEOTECNIA

Resumo:  É de compreensão de todos que a proporção de rodovias no Brasil executadas em CBUQ (Concreto Betuminoso Usinado a Quente) é bem superior às excutadas em CCP (Cocreto de Cimento Portland), apesar de vários estudiosos da área destacando as vantagens deste último tipo de pavimento. No entanto, o custo elevado, com relação ao CBUQ, dificulta propagação do uso do Pavimento Rígido (em CCP), e este valor é agravado para regiões com escasez de jazidas de agregados graúdos convencionais. Tentando solucionar tal problema, foram realizados ensaios com o uso de concreções lateríticas, material abundante em áreas com escassez de brita granítica e calcária, como solução de agregado, mostrando, com isso, sua viabilidade técnica e, por conseguinte, econômica na pavimentação em CCP. Para isto, foram feitos diferentes traços de concreto com o uso das concreções lateríticas, moldando corpos-de-prova para os ensaios de compressão simples e tração à flexão, obtendo resultados coerentes com valores esperados para concretos convenconais destinados a pavimentação e comprovando a viabilidade da utilização desde agregado alternativo nos pavimentos rígidos.

ESTUDO DAS CONCREÇÕES LATERÍTICAS COMO AGREGADO GRAÚDO NA FABRICAÇÃO DE CONCRETO DE CIMENTO PORTLAND DESTINADO À PAVIMENTAÇÃO RODOVIÁRIA

Autores: Robson Barros de Araújo, Alexson Caetano da Silva, Hugo Pimentel Jordão

DOI:

Resumo:  Topografia é a ciência que estuda as metodologias e instrumentos empregados na medição e representação gráfica de uma parte restrita da superfície terrestre. Para a obtenção de dados em um determinado terreno realiza-se o levantamento topográfico, já que este se resume ao conjunto de métodos e processos que permitem determinar as coordenadas topográficas dos pontos pertencentes a esta poligonal. Os levantamentos são divididos em planimétricos, altimétricos, planialtimétricos e cadastrais. Com isso, objetivou-se neste trabalho, realizar o levantamento topográfico planialtimétrico do estacionamento do Centro de Ciências e Tecnologias Agroalimentar (CCTA) Pombal - PB, utilizando um teodolito digital e um GPS de navegação, com a finalidade de comparar as possíveis divergências entre os dados levantados. Para isso, definiram-se quatro pontos nos vértices do terreno. Com o teodolito se fez uso do método planimétrico por caminhamento para definir as distâncias no plano horizontal e no método altimétrico, escolheu-se o nivelamento estadimétrico para levantamento dos pontos no plano vertical. Com o GPS de navegação fez-se a leitura das coordenadas planas e de altitude nos respectivos pontos e os dados foram descarregados no computador. Com as informações obtidas foram feitas duas cadernetas de campo e pode-se perceber que o erro angular de fechamento para o teodolito e GPS, foi de 0°00’23’’ e 1° 38' 41 e o erro linear de fechamento foi de 1,370m e 0,00003m, respectivamente. Com as informações das cadernetas de campo foi possível construir gráficos que relacionam e comparam azimutes e distâncias horizontais; altitude e distância percorrida; coordenadas provisórias de X’ e Y’, nos dois métodos. Através da análise dos dados comprovou-se maior precisão do teodolito digital quando comparado com o GPS de navegação, tanto para os dados planimétricos quanto para os altimétricos.

ANÁLISE COMPARATIVA DE DADOS PLANIMÉTRICOS E ALTIMÉTRICOS ENTRE O TEODOLITO DIGITAL CONVENCIONAL E O GPS DE NAVEGAÇÃO

Autores: João Pedro de Freitas Amandio, Emanoel Ferreira Cardoso, Rafaela do Nascimento Coelho, José Jonas Soares dos Santos, Nivaldo Timóteo de Arruda Filho

DOI:

Resumo: O estudo da mecânica dos solos é importantíssimo para a engenharia geotécnica, pois é a partir do estudo do solo que serão definidos qual caminho tomar para elaboração de projeto seguros e eficientes, já que o solo pode limitar o uso do terreno. Além do mais, a falta de estudos geotécnicos, pode trazer sérios problemas para a obra, gerando mais despesas. Este trabalho, faz o estudo de caracterização geotécnica, tais como granulometria, limites de Atterberg, CBR, compressão simples, entre outros, do solo do município de Sousa/PB, um solo problemático, onde em períodos secos, apresenta alta resistência e fendilhamento, enquanto que em períodos de chuva, apresenta-se muito pegajoso e com baixa resistência. O estudo de caracterização geotécnica mostrou que o tipo de solo local, é argila siltosa, pertencente ao grupo A-7-6 e é uma argila de baixa compressibilidade. Assim, foi sugerido um método de estabilização compatível com o tipo de solo encontrado, com o intuito de alcançar uma resistência maior, além de melhorar sua plasticidade e trabalhabilidade. Nesta pesquisa, foi empregada o uso da cal hidratada em pó, como material estabilizante para solos argilosos. Para o estudo da mistura solo-cal, foram adotados os teores de 2,0, 4,0, 6,0, 8,0 e 10,% de cal hidrata em relação ao peso seco, duas energias de compactação (Proctor normal e intermediário) com dois tempos de cura, de 7 e 14 dias, para observar o fator tempo no aumento da resistência em cada teor. Os resultados do ensaio de compressão simples apresentaram bom desempenho, uma vez que em alguns casos conseguiu-se atingir a resistência mínima de 2,1 MPa, comprovando que a cal é um material útil na estabilização deste tipo de solo. Para os corpos de prova com tempo de cura de 14 dias e compactados na energia de Proctor intermediário os resultados foram satisfatórios.

CARACTERIZAÇÃO GEOTÉCNICA DE SOLO DO SERTÃO PARAIBANO E SEU MELHORAMENTO COM CAL HIDRATADA

Autores: Danielle Leal Barros Gomes, Saul Barbos Guedes, Tulio Henrique Gomes, Maria Rayanne Oliveira de Araújo Gonçalves 

DOI:

Resumo:  A indústria mineral se destaca pela contribuição significativa com a economia do Brasil, contudo, possui um baixo índice de desenvolvimento sustentável, pois produz uma grande quantidade de resíduos. Dentre eles, pode-se mencionar os provenientes do beneficiamento do feldspato, que são abundantes na natureza e apresentam características com diversas aplicações industriais. Assim, devido à crescente preocupação com a questão ambiental, surge então, a possibilidade de incorporação desses rejeitos como novos produtos ou componentes dos diversos fins, como por exemplo, a pavimentação. Pavimento é uma superestrutura formada por camadas de espessuras finitas, assentes sobre o subleito, admite-se ainda uma camada de reforço de subleito, além das camadas de sub-base, base e revestimento. Nessa perspectiva, este artigo teve por objetivo analisar o comportamento físico e mecânico do resíduo de feldspato, verificando suas prováveis utilizações como material alternativo na pavimentação. Para tanto, efetuou-se a caracterização física através dos ensaios de granulometria, limite de liquidez e de plasticidade e permeabilidade. Por sua vez, a caracterização mecânica se deu através dos ensaios de compactação, California bearing ratio e cisalhamento direto. Os resultados demonstraram que o resíduo possui areia como maior fração granulométrica, não apresentando plasticidade e possuindo coeficiente de permeabilidade mediano. Além disso, exibiu comportamento mecânico satisfatório frente às exigências das camadas dos pavimentos. Logo, é possível concluir que o resíduo de feldspato pode ser aplicado em camadas como reforço de subleito, sub-base e como o próprio subleito do pavimento, colaborando assim, para a redução das pilhas de rejeitos e desenvolvimento de um setor mais sustentável.

ANÁLISE DO COMPORTAMENTO FÍSICO E MECÂNICO DO RESÍDUO DE FELDSPATO COMO MATERIAL PARA CAMADAS DOS PAVIMENTOS

Autores: Jonatas Kennedy Silva de Medeiros, Larissa Santana Batista, Giovanna Feitosa de Lima

DOI:

Resumo:  O solo é tido como o material de construção mais antigo e mais abundante disponível na natureza, sendo este um componente indispensável nas obras de engenharia civil. Portanto, torna-se imprescindível que se conheça seu comportamento nas mais diversas situações, uma vez que as obras de engenharia em sua maioria tendem a transmitir suas cargas sobre o mesmo. Assim, torna-se de extrema importância para a engenharia civil a realização de estudos prévios do solo, como o cálculo do teor de umidade, tendo em vista que esse percentual pode representar riscos às obras de engenharia, como por exemplo, provocar recalque do solo ou ocasionar em uma percolação de água pela alvenaria. Para se evitar tais problemas, existem alguns métodos que contribuem para determinação do teor de umidade, dos quais se destacam o método da estufa, o método da balança determinadora da umidade, o método expedito do álcool e o método do Speedy, em que os dois primeiros são realizados especificamente em laboratório e os outros no campo. Estes apresentam diferentes características e viabilidade, dependendo de variáveis como modo de execução, precisão ou tempo requerido para obtenção dos dados. Neste contexto, o presente trabalho tem como objetivo executar tais métodos de ensaios e discutir os resultados de teor de umidade obtidos pelos mesmos, fazendo o uso das amostras de solo coletadas no loteamento Santo Amaro, localizado no município de Pombal-PB. Ao término dos experimentos, constatou-se que o resultado obtido pelo método da estufa tende a apresentar maior precisão, pelo fato de levar também em consideração, de forma mais precisa, a umidade higroscópica do solo, porém, o método do Speedy apresentou resultados semelhantes e demandou um tempo menor na execução do ensaio.

COMPARAÇÃO DOS MÉTODOS DE DETERMINAÇÃO DE TEOR DE UMIDADE DE UMA AMOSTRA DE SOLO LOCALIZADA NO MUNICÍPIO DE POMBAL-PB

Autores: Marcelo Laédson Morato Ferreira, Cícero Jefferson Rodrigues dos Santos, Danylo de Andrade Lima, Edmilson Roque da Silva Junior, Emanoel Ferreira Cardoso

DOI:

Resumo:  A consistência do solo é de suma importância para a engenharia, visto que estabelece o comportamento do solo em detrimento de tensões e deformações. Além disso, o grau de consistência do solo exerce influência destacável sobre o regime de água do mesmo, influenciando a condutividade hidráulica. O primeiro estudo a ser realizado sobre os limites de consistência foi posto por Atterberg em 1908, nome pelo qual os mesmos são comumente conhecidos. Assim, propôs pela primeira vez o estudo de solos argilosos com fins de classificações com base granulométrica, conceituando o termo “argila” como a fração dos solos com dimensões inferiores a 2μ. Neste contexto, um dos limites de Atterberg conhecido como Limite de Liquidez, consiste na definição do teor de umidade que serve de fronteira entre o comportamento fluido e o moldável, possibilitando a classificação dos solos finos quanto à sua plasticidade. Portanto, este trabalho tem por objetivo desenvolver um aparelho de Casagrande automatizado, visando à diminuição dos erros de operação do aparelho manual, usualmente utilizado, dando assim uma maior estabilidade e consistência ao ensaio. Para a automatização foram utilizados um motor elétrico, um circuito regulador de tensão e engrenagens para fazer a transmissão da energia mecânica. Após realizar a montagem do dispositivo, necessitou-se fazer a calibragem do mesmo com o auxílio do aplicativo magnetic caunter. Ao final dos procedimentos, podemos afirmar que o dispositivo é capaz de regular sua velocidade de modo a manter um movimento constante durante todo o ensaio. Pelo qual ele alcançou o número de golpes estipulados pela Norma ABNT NBR 6459, que estabelece cerca de dois golpes por segundo, o dispositivo também consegue contar o número de batidas automaticamente.

AUTOMATIZAÇÃO DO APARELHO DE CASAGRANDE.

Autores: Danylo de Andrade Lima, Cícero Jefferson Rodrigues dos Santos, Karinne Martins Batista, Marcelo Laédson Morato Ferreira, Saul Barbosa Guedes

DOI:

TEMA: TRANSPORTE

Resumo:  A urbanização intensificou-se no Brasil devido ao movimento imigratório. A cidade de Parnamirim-RN é um exemplo dessa causa, apresentando dados bastante expressivos de crescimento nas últimas décadas. Parnamirim possui uma população com mais de 255 mil habitantes, aumentando a uma taxa média de mais de 6 mil habitantes por ano. Pensando nisso, o presente trabalho tem como objetivo abordar a evolução espaço-temporal da área urbanizada no período de 20 anos (1998-2018) desse município. A partir da utilização de imagens de satélites, é possível fazer o Sensoriamento Remoto, uma ciência que mostra-se eficiente para o acompanhamento e monitoramento de mudanças que ocorrem no espaço urbano. O seguinte trabalho foi desenvolvido a partir da especificação de imagens dos satélites LANDSAT 5 e LANDSAT 8, que após reprojetadas e feitas correções atmosféricas, que tem por finalidade reduzir os efeitos dos gases e vapores de água e obter imagens com valores espectrais reais, realizou-se o recorte e cálculo do Índices de Vegetação por Diferença Normalizada para Áreas Construídas (NDBI), para posterior cálculo de cada área expandida. A análise dos mapas construídos e o cálculo realizado evidenciou que a zona urbana do município de Parnamirim teve uma expansão de aproximadamente 97%, sendo uma de suas principais causas a localização próxima da cidade de Natal-RN. A observação do incremento da área de 1998 a 2011 representa uma taxa anual de crescimento de 4,89%, já no período de 2011 a 2018 houve uma redução para 2,99% ao ano, chegando a conclusão que a expansão foi muito expressiva.

ANÁLISE MULTITEMPORAL DA EXPANSÃO DA ÁREA URBANA DO MUNICÍPIO DE PARNAMIRIM -RN

Autores: José Valderisso Alfredo de Carvalho, Camila Fragoso de Siqueira, Paulo Roberto Formiga de Oliveira, Luís Gustavo de Lima Sales

DOI:

Resumo:  No Brasil, o transporte rodoviário conta com uma grande extensão de estradas e rodovias, passando a ser o principal sistema de transporte do país. Embora seja considerado um modal que apresenta grandes custos de locomoção e alto impacto ambiental, este é de suma importância para a logística brasileira, já que apresenta uma maior flexibilidade e permite o serviço de entrega porta a porta. A rodovia Transamazônica é uma rodovia federal transversal, que atravessa os estados da Paraíba, Ceará, Piauí, Maranhão, Tocantins, Pará e Amazonas e é de grande importância para o país. No ano de 2017, foram registrados no percurso paraibano dessa rodovia 1153 acidentes ao longo de 520 quilômetros de extensão, e para diminuição deste número faz-se necessário o estudo das causas das ocorrências, para que assim soluções adequadas sejam tomadas. O objetivo deste trabalho é caracterizar a BR-230 ao longo da Paraíba quanto à influência das variáveis do trânsito na ocorrência de acidentes e definir qual o fator analisado é responsável pelo maior número de acidentes. Para a realização deste estudo, foram utilizados dados secundários obtidos no banco de dados abertos da Polícia Rodoviária Federal para mostrar as situações encontradas assim como dados do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes para a averiguação das condições das rodovias. A análise dos dados permitiu verificar que a principal variável contribuinte foi o fator humano em todas as regiões estudadas. Concluindo, entende-se que o homem deve ser o foco das medidas preventivas e redutivas dos acidentes.

AS VARIÁVEIS DE TRÂNSITO E SUAS INFLUÊNCIAS EM ACIDENTES DA RODOVIA
TRANSAMAZÔNICA NA PARAÍBA

Autores: Virgínia Limeira Lopes Brito, Ialy Diniz Dantas

DOI:

Resumo:  A quantidade de acidentes de trânsito no Brasil é considerada alarmante e todo seu registro, de qualquer natureza no país, é realizado pela Polícia Rodoviária Federal, especialmente em rodovias federais. Os relatórios gerados a partir desses registros são de fundamental importância para a análise de suas possíveis causas e consequências. Sendo assim, o objetivo desse trabalho foi estudar os acidentes envolvendo animais na BR-230, analisar os locais de maior vulnerabilidade para essas ocorrências no Estado da Paraíba e o estado de sáúde das vítimas nos acidentes, e, consequentemente, apontar possíveis alternativas para evitar que os já elevados índices de acidentes de trânsito envolvendo animais, aumentem. Para isso foi consultado o banco e dados disponibilizados pela Policia Rodoviária Federal em seu site oficial. As variáveis utilizadas foram retiradas de um levantamento de ocorrências registradas nas rodovias federais no estado da Paraíba durante os anos de 2009 e 2018. Os dados foram compilados e calculados no software Office Excel. Os resultados mostraram que o município de Campina Grande teve o maior registro de acidentes no referido período, seguido por Sousa e Cajazeiras. Uma possível explicação para a concentração de acidentes nessas cidades é que a BR- 230 percorre todo o sertão paraibano onde se concentram muitas atividades relacionadas à agricultura e pecuária, reunindo um grande número de animais. Portanto, os trechos da BR-230 que passam por essas cidades podem ser considerados os mais vulneráveis a esse tipo de acidente. As possíveis soluções para diminuir os índices de acidentes é a implantação de medidas para conscientizar a população dos riscos desse tipo de acidente, manutenção das rodovias, com a implantação de sinalização e cercas, limpeza e alargamento do acostamento nos lugares mais vulneráveis.

ESTUDO DOS ACIDENTES DE TRÂNSITO OCASIONADOS POR ANIMAIS NA BR-230 NO ESTADO DA PARAÍBA

Autores: Renan Willer Pinto de Sousa, Emanoel Ferreira Cardoso, Edmilson Roque da Silva Junior, Gilanildo Freires de Almeida, Rudson Silva e Brito

DOI:

Resumo:  A Região Metropolitana do Cariri (RMC) situa-se ao sul do estado nordestino do Ceará, sendo composta pelos municípios de Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha, Jardim, Missão Velha, Caririaçu, Farias Brito, Nova Olinda e Santana do Cariri. Sendo Juazeiro do Norte, Barbalha e Crato, as principais cidades desta localidade, já que o RMC surgiu a partir da conurbação das mesmas. A região passa por uma fase de crescimento econômico e demográfico, fato este que se faz necessário uma boa malha viária para facilitar e promover um bom desenvolvimento, uma vez que é por meio das rodovias que se dá todo o escoamento da produção agropecuária ou industrial e a movimentação de pessoas. Este trabalho buscou analisar a evolução desta malha viária desta ao longo dos anos, a partir de 1990 até os dias atuais. Para tanto utilizou-se técnicas de geoprocessamento, como o sensoriamento remoto e processamento digital de imagens, para realizar o mapeamento e vetorização de todas as vias, desta forma, obtermos o crescimento destas rodovias ao longo destes 28 anos, ocorrendo um aumento significativo. Após realizada a confecção dos gráficos dos anos de 1990,2001,2011 e 2018 foi feito uma sobreposição dos gráficos para uma melhor análise dos mesmos. Logo, é possível inferir que aconteceram diversas mudanças nos anos subsequentes.

ANÁLISE MULTITEMPORAL DA MALHA VIÁRIA DO CARIRI DA REGIÃO METROPOLITANA DO CARIRI COM A UTILIZAÇÃO DA CARTOGRAFIA DIGITAL E DO SENSORIAMENTO REMOTO

Autores: Filipe Trigueiro Pereira, Leonardo Rodrigues Guedes, Ian Marques de Oliveira Batista, Arthur Nóbrega de Sousa

DOI:

Resumo: As constantes modificações no modal rodoviário, através de expansões ou manutenções, requerem a atualizações de bancos de dados existentes, a disponibilização de novas informações é importante, pois serve de base para futuros projetos e estudos. A área de gestão e planejamento de obras de rodovias é beneficiada pela disponibilização de dados georreferenciados, cuja localização está associada a uma posição sobre a superfície terrestre, a utilização de dados georreferenciados se tornou muito útil em diversas áreas de conhecimento e o uso das ferramentas do geoprocessamento tem possibilitado aos usuários a aquisição de inúmeras informações, em sua maioria, geográficas. Os programas computacionais do geoprocessamento possuem funções para geração de mapas, cartas topográficas e plantas, softwares como o Quantum Gis, apresentam-se como um interessante mecanismo para a gestão, disponibilizando informações de baixo custo e fácil leitura. Dessa forma, este trabalho tem como objetivo a vetorização de rodovias do estado da Paraíba por meio da utilização do software Quantum Gis (Sistema de Informação Geográfica), comumente chamando de QGis. Inicialmente, realizou-se a identificação dos municípios paraibanos que saíram do “isolamento asfáltico”, em seguida geraram-se quadrantes referentes a cada região geoadministrativa contendo os respectivos municípios. Para a estipulação das rodovias que foram construídas nos últimos anos utilizou-se imagens de satélite do estado que foram sobrepostas por um arquivo vetorial não atualizado (shapefile). Comparando os arquivos gerados durante o trabalho com os existentes, percebe-se que nos últimos anos a malha rodoviária paraibana cresceu, porém não houve modificações recentes no banco de dados disponíveis pelos órgãos públicos. Além disso, reafirma-se a importância do geoprocessamento, com o QGIS mostrando-se uma ferramenta eficiente, de uso gratuito e geração de materiais necessários, os arquivos shapes e mapas gerados nesse estudo podem ser utilizado pela gestão dos municípios e estado, e ainda pode ser utilizado para outros estudos.

ANÁLISE MULTITEMPORAL DA MALHA VIÁRIA DO ESTADO DA PARAÍBA COM A UTILIZAÇÃO DE TÉCNICAS E PROCEDIMENTOS DA CARTOGRAFIA DIGITAL E DO SENSORIAMENTO REMOTO

Autores: Edmilson Roque da Silva Junior, Emanoel Ferreira Cardoso, Gilanildo Freires de Almeida, Marcelo Laédson Morato Ferreira, Renan Willer Pinto de Sousa

DOI:

TEMA: ESTRTURAS

Resumo:  No dimensionamento estrutural é primordial o cálculo em cada elemento dos esforços solicitantes provenientes da atuação de todas as cargas externas que possam produzir efeitos significativos na estrutura. No entanto, esse procedimento torna-se, na maioria das vezes, longo, improdutivo, ineficiente e cansativo quando feito manualmente. Por este motivo, objetivou-se criar o Software Para Cálculo de Momento (SCM) que é um software que tem como principal enfoque retornar o valor do momento em qualquer ponto de estruturas lineares como vigas, colunas, pórticos e grelhas, partindo do princípio que todas as forças externas à estrutura são conhecidas. É possível também ao usuário calcular reações de apoio em estruturas engastadas, neste caso o SCM retorna os vetores força e momento da reação. Esse programa de computador foi produzido na linguagem de programação orientada a objeto, C++, e tem no corpo do seu código as funções main (padrão), momento, forcas e distancias, criadas para retornar, respectivamente, os vetores momentos devido às forças aplicadas e carregamentos, vetor de forças e o vetor de distância de cada carga em relação ao ponto que se deseja obter o momento. O vetor momento é calculado na forma de análise vetorial usando o cálculo de determinante como base, a função forcas solicita ao usuário que digite um vetor força ou insira dois pontos pertencentes à linha de ação da força e sua intensidade para que seja gerado o vetor, ao fim da execução do código, são somados os vetores momento e força calculados e ambos são armazenados nos vetores forcaResultante e somaMomentos nesta ordem, para que possam ser obtidos os valores das reações. Diante do objetivo apresentado são apresentados alguns testes utilizando exemplos de livros que comprovam a aplicabilidade do software, tanto para forças pontuais, quanto para carregamentos distribuídos uniformemente.

SOFTWARE PARA CÁLCULO DE MOMENTO E REAÇÕES DE ENGASTE EM ESTRUTURAS LINEARES

Autores: Diego Armando de Sousa Carneiro, Cibelle Dias de Carvalho Dantas Maia

DOI:

Resumo:  Há uma presente necessidade de implementar novos métodos mais sustentáveis no âmbito da Construção Civil, para que a mesma possa diminuir o impacto causado no meio ambiente. Tendo em vista essa necessidade, a oferta de materiais sustentáveis seria uma opção para quem deseja construir e reformar de forma rápida, econômica, segura, e, principalmente, em comunhão com o meio ambiente. O presente trabalho foi elaborado com o intuito de fazer uma pesquisa sobre materiais de construção com princípios sustentáveis e verificar se esses materiais existem e são vendidos e aplicados em construções na cidade de Pombal – PB, propondo a substituição dos convencionais pelos ecológicos nas lojas de materiais de construção e a incorporação mais frequente desse tipo de material nos projetos pelos profissionais da área, tendo em vista os aspectos positivos como, redução de impactos ambientais e menor degradação do meio ambiente, e também, buscamos avaliar a dificuldade na comercialização e aplicação desses materiais. Para isso, realizamos a aplicação de um questionário em duas grandes lojas de materiais de construção e com profissionais, as profissionais entrevistadas eram do sexo feminino, com idades entre 30 e 35 anos. Já quanto as lojas, foram entrevistados três funcionários do sexo masculino. Os questionários foram avaliados e, de acordo com as respostas obtidas, foram propostas alternativas para ajudar na implantação desses materiais nessas lojas. As principais dificuldades encontradas pelos vendedores foram: falta de interesse da população na área ambiental, seguida de pouco aceitação em relação a população e construtores, falta de treinamento do pessoal para o manuseio e o preço. Já os profissionais da área sabem da importância desses materiais, porém não aplicam ou aplicam pouco em seus projetos porque os clientes não conhecem e/ou nunca ouviram falar dos mesmos. Contudo, o conhecimento dessa área, futuramente, será o novo jeito de edificar.

ESTUDO DA INFLUÊNCIA DA TEMPERATURA NAS PROPRIEDADES DINÂMICAS DE VIGAS DE MADEIRA

Autores: Antônio Vitor Cavalcante, Josué Barreto de Moura Neto, Rafaela do Nascimento Coelho

DOI:

Resumo:  A necessidade por construções cada vez mais sustentáveis estimula a elaboração de projetos em que se consiga um bom resultado com uma menor utilização de material e redução nos custos de execução e projetos. Além disso, o mercado atualmente tem-se tornado cada vez mais exigente quanto a eficiência dos materiais, sendo assim, as estruturas metálicas em aço colocam-se em evidência pelo fato de atenderem aos requisitos do mercado, bem como ser um material reciclável. A redução de custo, velocidade na execução, consumo de matérias primas e de energia na construção civil, depende totalmente do sistema estrutural adotado. Este trabalho objetivou realizar uma revisão da literatura a respeito deste tema, apresentando algumas concepções importantes sobre as treliças metálicas que são um dos principais elementos utilizados na engenharia por sua versatilidade, por proporcionarem uma maior liberdade de criação, ter uma ampla área de utilização e oferecem economia para os projetos, podendo ter diversas configurações a depender de onde serão empregadas e das propriedades geométricas estrutural, esta, passível de otimização a partir da maximização ou minimização de uma característica da estrutura afim de se atingir um ponto ótimo para uma maior economia e desempenho, sendo muito utilizado para atingir esses objetivos os diversos softwares de otimização presentes no mercado. Desse modo, ao se utilizar um software de otimização estrutural em um projeto com treliças metálicas é possível utilizar dos três métodos de otimizações existentes simultaneamente, encontrando então um valor ótimo de consumo de aço e desenvolver assim um trabalho extremamente econômico em se tratando de tempo, recursos e custos, e com um alto grau de desempenho estrutural.

ESTUDO SOBRE AS TRELIÇAS METÁLICAS E A IMPORTÂNCIA DA OTIMIZAÇÃO ESTRUTURAL

Autores: Wily Santos Machado, Anderson Gomes Nascimento, Cibelle Dias de Carvalho Dantas Maia

DOI:

  • Black Facebook Icon